terça-feira, 11 de abril de 2017

A notícia que todos aguardavam! Cunha decide fazer a delação premiada. Brasília treme em desespero!


Polícia Federal e Ministério Público Federal agora brigam para decidir quem fechará a delação com Cunha. Ex-presidente da Câmara quer fazer acordo com a PF.

O deputado cassado Eduardo Cunha, preso na Lava Jato, mandou um "último recado" a aliados de Michel Temer em tom "tão colérico que fez até seus aliados mais fiéis se afastarem", relata o Painel da Folha. Segundo o jornal, Cunha avisou que está no seu "limite" e ameaçou fazer um acordo de colaboração com a Polícia Federal, não com os procuradores da República.

O caminho seria o mesmo adotado por Duda Mendonça, que fechou negociação com os federais. A briga sobre quem deve encabeçar as negociações já fez a chefia do Ministério Público Federal recorrer ao Supremo Tribunal Federal para retirar a PF da jogada.

Ainda de acordo com o Painel, Cunha teria avisado que tem "material para 'explodir' o mundo empresarial, a começar por gigantes do setor de carne, já abalados pela Operação Carne Fraca, deflagrada pela PF no último mês. Seus advogados, porém, continuam negando que ele tenha disposição em fazê-lo."

A coluna a Folha ainda divulgou que Cunha está trabalhando junto ao corretor Lúcio Funaro, também preso na Lava Jato. "Quem acompanha de perto os desdobramentos da operação acredita que Cunha seguirá o exemplo de Duda Mendonça."

Plantão Brasil